terça-feira, 8 de setembro de 2009

tem coisas que a gente não enrola
que pode dizer sem rodeios
como escrever meus anseios
num papel amassado de escola

te vi numa noite ingrata
quando tudo era chato e sem cor
e as tuas piadas sensatas
me fizeram crer no amor

e pela manhã descobri
o sol nos iluminou
e eu, palhaço que sou
só quero te fazer sorrir.

Um comentário:

Jefferson disse...

poetando.) I liked.